7 frutas que ajudam a desinchar

Alimentos com muito sódio podem provocar retenção de líquidos; frutas diuréticas contribuem para reverter o quadro

A retenção de líquidos, que incomoda tanta gente, acontece pelo acúmulo de fluidos no organismo, e costuma atingir principalmente pernas, mãos, pés, tornozelos e até mesmo a barriga.

Afastando as causas do inchaço, que pode ser desde hipertensão, problemas renais, vasculares, TPM ou outras alterações hormonais, aprender a identificá-lo e combatê-lo de forma natural também é possível. Afinal, perna inchada causa cansaço, e até mesmo cãibras, como lembra a nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Cyntia Bassi.

Veja quais são as frutas diuréticas e suas propriedades nutritivas:

Melancia: conhecida pelo alto teor de água, é uma aliada da hidratação. Além de ser diurética, contém licopeno, que previne contra o câncer de próstata e mama.

155

Melão: diurético e antioxidante, ajuda no combate dos radicais livres responsáveis pelo envelhecimento. Também carrega potássio, que ajuda a equilibrar a pressão arterial. As fibras do melão ajudam a regular o intestino.

Abacaxi: fruta rica em nutrientes que combatem a retenção de líquidos, contém ainda fibras que ajudam no intestino, diminuindo o inchaço abdominal. Também conta com bromelina, uma enzima que ajuda na digestão.

Pêra: além de ser diurética, tem uma fibra chamada pectina, que ajuda no funcionamento do intestino e está envolvida no controle glicêmico e do colesterol.

Maçã: também naturalmente diurética, por causa do potássio e da vitamina B6. A fruta tem pectina, assim como a pêra.

155

Limão: diurético, rico em potássio, fibras e manganês, é um alimento que ajuda a reforçar o sistema imunológico por causa da quantidade de vitamina C.

Côco: mais uma vez o potássio contido na água de coco atua na ação diurética. Além disso, ele carrega magnésio na água, o que também ajuda a mandar o inchaço embora.

“É preciso prestar atenção nos sinais do corpo. Em geral, os membros inferiores, principalmente os tornozelos, são os que demonstram primeiro o inchaço, e as consequências são cansaço e fraqueza nas pernas, além das cãimbras. Outra maneira simples de notar a retenção de líquidos é quando percebemos a pressão das meias ou sapatos, e ao retirá-los deixam marcas na pele”, diz ela.

Alimentação correta tem papel essencial para evitar inchaço

Ela explica ainda que a alimentação errada pode causar ou agravar esse problema. Nesse caso, o sal é o vilão.

“Quando o nível de sódio no organismo está elevado, alguns mecanismos são ativados com o objetivo de aumentar a quantidade de água e normalizar a situação”, diz Cyntia.

“Evite alimentos enlatados, congelados, queijos amarelos, embutidos como presuntos, salsichas e demais industrializados”, recomenda.

Ela lembra que o sal de cozinha também deve ser usado em pouca quantidade. Além disso, segundo a nutricionista, bebidas alcóolicas contêm sódio em teor considerável e favorecem o inchaço.

Além de todos os cuidados, a nutricionista conta que existem frutas com poder diurético e que têm em comum uma boa quantidade de nutrientes que facilitam a eliminação dos líquidos. “Seus nutrientes, como potássio, magnésio, vitaminas do complexo B e água, juntos, aumentam o fluxo de urina e ajudam a eliminar toxinas com a renovação dos líquidos corporais”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *