A possibilidade de se livrar da celulite sem tratamentos cansativos e prolongados, equipamentos de alta tecnologia ou cremes caros pode parecer tentadora para muitas mulheres. É isso o que propõe o personal trainer e especialista em fisiologia do exercício Joey Atlas. O norte-americano criou um programa de exercícios para ser praticado em casa – sob a orientação de vídeos explicativos que podem ser comprados pela internet (clique aqui para comprar com desconto )– e que ele afirma ser capaz de “destruir a celulite” em 28 dias.

ACOMPANHE ESTA VÍDEO-AULA GRÁTIS

Chamado “Symulast“, o programa tem sido anunciado em sites e redes sociais e já ganhou até uma versão dublada em português. Lançada no início de novembro, a versão já foi comprada por mais de 3 mil brasileiras. Apesar do frisson que o método tem provocado em blogs de beleza, especialistas ouvidos pelo Dieta Legal das áreas de atividade física, dermatologia e nutrição observam que o combate à celulite não é tão simples e que a prática de exercícios por si só, ainda que importante, não garante a eliminação do problema.

O tratamento ideal, segundo eles, também deve envolver mudança de hábitos alimentares e adoção de técnicas voltadas para o melhor funcionamento do sistema linfático e combate à flacidez e à gordura localizada. Nem mesmo a associação de todas essas práticas garante com certeza o fim da celulite: os que têm experiência no assunto são unânimes em dizer que não existe tratamento milagroso.

A celulite se manifesta por “furinhos” que aparecem na pele, principalmente no bumbum e nas coxas, que deixam a região com aspecto parecido com o da casca da laranja. O desenvolvimento do problema tem relação com o acúmulo de gordura localizada, acúmulo de água nas células, além de flacidez da pele e dos músculos. A celulite é uma queixa para 62,4% das brasileiras, de acordo com a pesquisa DermaBrasil, feita em 2010 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Em entrevista por e-mail, Altas diz que decidiu criar o método depois de ouvir muitas histórias de clientes que haviam tentado métodos mirabolantes e malsucedidos para tentar limar a celulite. “Eu já vinha treinando mulheres por 9 anos e, durante esse tempo, pude refinar o método para obter o máximo de efetividade no menor período de tempo”, diz o norte-americano.

Segundo ele, 49 mil pessoas já compraram o pacote de exercícios, que está disponível em 5 línguas. A versão em português é a que cresce mais rapidamente, depois da versão em inglês, segundo Altas, que brinca que “as mulheres brasileiras o amam”. O programa custa R$ 99,90.

Uma das pessoas que testou o programa online de exercícios foi a cosmetóloga Paula Miranda (vídeo abaixo) autora de um site com dicas de hábitos saudáveis. Ela conta que, apesar de já se alimentar bem e fazer exercícios com frequência, ainda tinha bastante celulite na parte posterior da coxa. Quando soube do programa por uma amiga, comprou o pacote e acrescentou os exercícios à sua rotina.

Resultado de imagem para QUERO SABER MAIS

 Ela conta que os resultados foram visíveis. “Ia à academia e, quando chegava em casa, fazia os exercícios propostos por ele. Fiz isso durante 30 dias e a celulite melhorou em 80%”, diz Paula. Uma postagem em seu site sobre os resultados da prática recebeu dezenas de comentários de leitoras ávidas por uma solução para o problema.

Com a teoria de que a celulite não é um problema de pele ou gordura, mas apenas de fibra muscular, Atlas propõe uma série de exercícios para serem feitos em casa que tem o objetivo de estimular as fibras musculares da parte inferior do corpo. “Quando os músculos não recebem estímulo, atrofiam e a pele que os cobre não tem apoio, por isso aparecem os sulcos e inchaços”, explica Atlas no vídeo de apresentação de seu programa.

Celulite (Foto: Reprodução/TV Globo)

Alimentação
Segundo a nutricionista Paula Castilho, especialista em nutrição estética, quem quer amenizar ou prevenir o surgimento da celulite deve consumir alimentos com ação anti-inflamatória e antioxidante, como aqueles ricos em flavonoides, polifenois e beta-caroteno.

“O ideal é investir bastante em frutas vermelhas, uva, gengibre. No geral, alimentos de cor vermelha, laranja e amarela”, diz Paula. Além disso, alimentos diuréticos, que têm bastante água na composição, também podem ajudar a combater o acúmulo de líquido.

Já os alimentos que devem ser evitados são aqueles gordurosos ou com muito sódio na composição, como refrigerante e alimentos industrializados em geral. “As pessoas devem investir em alimentos mais naturais e integrais e tomar pelo menos dois litros de água por dia”, completa Paula.

Atlas defende que os resultados podem ser obtidos mesmo se a pessoa não mudar os hábitos alimentares, mas, nesses casos, eles podem demorar mais a aparecer. “Eu ainda gosto de encorajar as mulheres a focarem em um plano de alimentação saudável porque isso traz benefícios profundos, que vão bem além da questão da celulite.”

Drenagem linfática (Foto: Adriana Justi / G1)

Outras técnicas
Pessoas que podem investir mais dinheiro no tratamento têm à disposição uma série de procedimentos estéticos. Segundo Valéria Campos, o mais simples deles é a drenagem linfática manual, um tipo de massagem que estimula o sistema linfático, combatendo o acúmulo de líquido nas células.

Cremes também podem funcionar, mas “nenhum é milagroso”, segundo a dermatologista Daniela Schmidt Pimentel, do Serviço de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro. “Os princípios ativos com mais evidências de eficácia são os derivados das xantinas, dentre eles a cafeína, e o ácido retinóico”, diz a especialista

 

Celulite (Foto: Arte/G1)